Canhoto, Mauricio recorda golaço com a perna direita e projeta sequência da Copinha

  • Gustavo Aleixo
  • 09/01/2019 16:09
Gustavo Aleixo/Cruzeiro

A bola quica e fica à feição para a finalização com a perna ruim. Você chuta ou escora para o pé contrário? Nessa terça-feira, o meia Mauricio não quis nem saber e, mesmo canhoto, pegou na veia com a perna direita, anotando um golaço na vitória celeste, por 2 a 0, sobre o Marília.

Mas o camisa 7 confessa que não imaginava pegar tão bem na bola. De acordo com o jogador celeste, a visão de jogo, que o permitiu analisar o goleiro adversário, lhe deu a confiança necessária para acertar um chute difícil com a perna direita.

“Tive a oportunidade de fazer um belo gol, com a perna ruim ainda, a direita, e fiz um belo gol. Não acreditei na hora e acabei ficando muito feliz. Olhei para o goleiro e percebi que ele estava meio indeciso. Fui feliz em chutar”, ressaltou.

No que diz respeito à partida, Mauricio enalteceu a postura da equipe, que soube administrar muito bem o fato de ter a torcida adversária contra no Bento de Abreu, que recebeu um bom público.

“O nosso time foi tranquilo. A gente mesmo falou para ter calma, porque a torcida era um motivo bom e ruim ao mesmo tempo, que a gente tinha de fazer jogo, já que éramos superiores a eles. Jogamos a pressão para eles e, com os gols rápidos, conseguimos o controle do jogo”, avaliou Mauricio, que destacou a classificação na primeira colocação da chave 3.

“No mata-mata, muda muita coisa. Os jogos são decididos nos detalhes. Vamos enfrentar grandes equipes. Conseguimos classificar em primeiro, e a tendência é seguirmos em Marília, como se fosse nossa casa”, encerrou.

Copa São Paulo 2019

Grupo 3 (sede em Marília-SP)
03/01 – Cruzeiro 3 x 0 Babaçu-MA – gols: Caio (2) e Vinícius Popó
05/01 – Linense-SP 1 x 1 Cruzeiro – gol: Caio
08/01 – Marília-SP 0 x 2 Cruzeiro – gols: Adriano e Maurício