Ricardo Resende avalia atuação, faz balanço e vê elenco pronto para o mata-mata

  • Gustavo Aleixo
  • 08/01/2019 21:01
Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Nas duas primeiras rodadas da Copa São Paulo, o Cruzeiro teve belas atuações no primeiro tempo e isto se repetiu nesta terça-feira, mas de forma ainda melhor. Diante do Marília, o time celeste mostrou a competência que lhe faltou nos jogos anteriores para abrir a vantagem de 2 a 0, que perdurou até o apito.

Feliz com o resultado que garantiu à classificação na primeira colocação do grupo 3 da Copinha, o técnico Ricardo Resende fez questão se ressaltar a maneira concentrada com que os atletas entraram em campo.

“Começamos muito bem o jogo, fizemos dois gols com menos de 15 minutos do primeiro tempo. Os atletas entraram bastante atentos, sabendo da importância da partida. Então, é parabenizar todo o grupo”, comentou o treinador, que vê a equipe muito bem no aspecto físico.

“É difícil uma sequência de três jogos, vai tendo um desgaste. É parabenizar também a preparação física, que é muito bem feita pelo Jefferson (Souza, preparador físico). Agora é descansar bem os atletas, comemorar bastante esta classificação, mas é seguir forte na competição para, passo a passo, fazermos um belo torneio”, completou.

Com o resultado, o Cruzeiro encerrou a primeira fase da Copa São Paulo com duas vitórias e um empate, contabilizando seis gols marcados e apenas um sofrido. Satisfeito com o desempenho dos seus atletas, Ricardo Resende destacou, especialmente, a atuação desta terça-feira.

“Fizemos uma boa estreia, onde tivemos o controle no primeiro tempo, contra o Babaçu, mas não fizemos os gols. No segundo tempo, os gols saíram naturalmente. Contra o Linense, nosso objetivo era conseguir a segunda vitória para confirmar a classificação. Começamos bem também o jogo, mas depois tomamos o gol de empate. Buscamos a vitória, mas o resultado se manteve”, avaliou.

“Fechamos contra o Marília, com um clima todo desfavorável para a gente, eles com o apoio da torcida e já classificados, sem peso no jogo. Nós tivemos tranquilidade, maturidade para conseguir uma bela vitória, classificando em primeiro. Agora é descansar para seguirmos fortes na competição”, acrescentou.

Apesar do elenco jovem, Ricardo Resende confia que seus comandados tem toda a capacidade de suportar a pressão dos mata-matas, que tornam qualquer jogo em uma verdadeira final.

“No mata-mata, o próprio nome já diz: cada jogo vai ser uma decisão. Mas os atletas estão bem adaptados com isso. É um grupo que tem jogadores jovens, mas que já tem vivencia. Eles estão muito motivados, e a expectativa é, seja qual for o adversário, de fazermos um grande jogo e conseguirmos avançar na Copa São Paulo”, afirmou.

Copa São Paulo 2019

Grupo 3 (sede em Marília-SP)
03/01 – Cruzeiro 3 x 0 Babaçu-MA – gols: Caio (2) e Vinícius Popó
05/01 – Linense-SP 1 x 1 Cruzeiro – gol: Caio
08/01 – Marília-SP 0 x 2 Cruzeiro – gols: Adriano e Maurício